Dia do pediatra: profissionais que cuidam do futuro

27 de julho, 2017
518
0

O profissional tem uma das mais importantes e gratificantes missões: cuidar daquelas que serão o futuro do mundo. Como uma merecida homenagem ao médico responsável por recolocar o sorriso no rosto das crianças, no dia do pediatra, 27/07, nós trouxemos um artigo que fala um pouco da data e da profissão.

Leia também:

Quanto ganha um pediatra?

Como surgiu a pediatria

Embora o termo tenha origem no grego, pela junção dos vocábulos paidos e iatreia, que significam respectivamente processo e cura, até o século XIX não havia qualquer separação entre o tratamento realizado para crianças e adultos. Os primeiros profissionais e instituições especializados em cuidar dos mais jovens surgiram devido aos elevados índices de mortalidade infantil percebidos nessa época.

O primeiro hospital pediatra do ocidente foi o DES Enfants Malades de Hôpital, criado na França em 1802, que cuidava dos pacientes com idade máxima de 15 anos. Com o passar do tempo, essas instituições começaram a ser reproduzidas nos países vizinhos, como Alemanha, Polônia, Áustria e Rússia.

Por que dia 27?

A data marca a criação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), fundada por Dr. Fernandes Figueira, no dia 27 de julho de 1910. A instituição abrangeu apenas o Rio de Janeiro por mais de 40 anos, tendo sua nacionalização apenas em 1951.

Mudanças de paradigma

Quando a SBP completou 100 anos, decidiu-se que o símbolo da instituição deveria ser atualizado para estar de acordo com o papel da especialidade. Mais do que a saúde da criança e do adolescente, a pediatria deve olhar para o que está no entorno e trabalhar para que tudo convirja para que os pequenos cheguem à vida adulta sem qualquer problema físico ou mental.

Qual a área de atuação de um pediatra?

Como falamos no tópico acima, o campo de atuação do pediatra se estende desde o neonatal até o final da adolescência. Além disso, ele possui a responsabilidade de orientar a família da criança sobre questões como: vacinação, aleitamento, alimentação e até mesmo prevenção de acidentes. O profissional que optar por essa especialidade, pode atuar tanto na área curativa quanto de pesquisa.

O que é necessário para se tornar um pediatra

Além da graduação em medicina, o profissional precisa realizar dois anos de residência médica em pediatria. O campo de estudos dentro da especialidade é bastante amplo, por isso, o médico pode se aprofundar em uma área como oftalmologia pediátrica ou cardiologia pediátrica.

O salário de um pediatra varia entre R$ 6.000,00 a R$ 12.000,00, o que vai depender da região ou hospital em que trabalhar. Além disso, os profissionais que optam por uma subespecialidade garantem rendimentos maiores.

E na data de hoje, não se esqueça de parabenizar aqueles que escolheram essa nobre profissão! Se você é um deles, nossas congratulações.

Matérias mais lidas

Quais são as áreas da medicina?

Clique e leia a matéria completa

Quanto ganha um cirurgião geral?

Clique e leia a matéria completa

Pílula anticoncepcional: entenda como funciona esse método contraceptivo

Clique e leia a matéria completa