A

proximadamente 25% da popula√ß√£o brasileira tem ou j√° teve contato com o papilomav√≠rus humano (HPV, do ingl√™s human papiloma virus). O agente √© um dos principais respons√°veis pelo aparecimento de c√Ęncer de colo de √ļtero, no caso de mulheres, e de p√™nis, em homens. Embora a preval√™ncia da patologia no segundo grupo seja menor, o crescente aumento de casos √© uma grande preocupa√ß√£o, que inclusive, motivou o Minist√©rio da Sa√ļde a expandir a faixa et√°ria de vacina√ß√£o contra HPV para os adolescentes do sexo masculino.

Saiba também: Estudos de vacina contra HIV: tudo o que você precisa saber

‚Äć

Quest√£o de prova

Devido a sua import√Ęncia, a grande incid√™ncia do HPV no Brasil √© um tema constantemente cobrado nos exames e concursos m√©dicos, por isso, o conhecimento sobre a doen√ßa, formas de transmiss√£o e preven√ß√£o √© essencial para conquistar uma boa nota, principalmente nas provas de resid√™ncia m√©dica.

No vídeo publicado no canal do Youtube da Medcel, o professor Jader Burtet fala sobre a patologia e a ampliação do programa de vacinação. Confira:

‚Äć

Vacinação contra HPV

Oferecida pelo SUS, a vacina deve ser tomada por adolescentes entre 9 e 14 anos. Para a imuniza√ß√£o, s√£o necess√°rias duas doses, com intervalo de seis meses entre elas. Esse per√≠odo √© importante para a forma√ß√£o dos anticorpos. Quanto maior for a dist√Ęncia entre a primeira e a segunda dose, menor ser√° a efic√°cia da vacina. Entretanto, mesmo que tenha se passado um per√≠odo muito grande, o esquema vacinal deve ser completado.

‚Äć

Proteção

Tetravalente ou quadrivalente, a vacina garante a imuniza√ß√£o contra quatro tipos de HPV, s√£o eles: 6, 11, 16 e 18. Embora existam centenas de subtipos do v√≠rus, a maioria dos casos de infec√ß√£o s√£o causados por essas quatro formas. As duas primeiras s√£o respons√°veis por provocar verrugas genitais, j√° as √ļltimas est√£o mais associadas ao c√Ęncer de colo de √ļtero.

Apesar da proteção garantida pela imunização, as mulheres que forem vacinadas não devem ser dispensadas do rastreamento universal, ou seja, o exame preventivo de papanicolaou deve ser realizado normalmente.

‚Äć

Como o HPV se manifesta?

O sintoma mais comum de HPV √© o surgimento de verrugas ou condilomas nas partes mucosas do corpo, principalmente genit√°lias e colo de √ļtero. Boca, l√°bios, laringe e es√īfago tamb√©m s√£o poss√≠veis √°reas de acometimento. Entretanto, os v√≠rus do tipo oncog√™nico n√£o possuem qualquer manifesta√ß√£o f√≠sica, sendo percebidos apenas com a realiza√ß√£o de exames peri√≥dicos espec√≠ficos.

‚Äć

Transmissão da doença

A principal forma de cont√°gio √© atrav√©s do contato direto das mucosas com a pele infectada, o que ocorre principalmente durante rela√ß√Ķes sexuais, incluindo sexo oral. O v√≠rus tamb√©m pode ser transmitido, em menor propor√ß√£o, pelo uso de objetos contaminados, como toalhas, roupas √≠ntimas, vasos sanit√°rios e banheiras. A transmiss√£o do HPV tamb√©m pode ser vertical, da m√£e para o beb√™ durante a gesta√ß√£o.

Leia também: Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia

‚Äć

Curso preparatório para residência médica

Esse e outros temas de maior preval√™ncia nos exames m√©dicos podem ser conferidos nos nossos cursos especiais de prepara√ß√£o. Desenvolvemos uma metodologia de ensino baseada em estat√≠sticas e objetos de aprendizagem que favorecem a absor√ß√£o do conte√ļdo estudado. Quer saber mais? Conhe√ßa nossos cursos para resid√™ncia m√©dica!

‚Äć

Postado em
18/1/18
na categoria
R1

Mais sobre 

R1

ver tudo