D

ados do relatório Demografia Médica do Brasil 2020, feito por meio de uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) indicam que, entre 2010 e 2019, o país viu entrar no mercado de trabalho 179.838 novos médicos. O número representa praticamente 36% do total de médicos em atuação no país (que ultrapassa os 500 mil).

Esse número é expressivo e, mesmo em um país com dimensões continentais, isso impacta diretamente na concorrência crescente para ingressar em uma das áreas da medicina nos últimos anos. 

Sobretudo considerando-se que, enquanto o número de programas de residência e vagas permanecem restritos, o de graduados em medicina no país cresceu, proporcionalmente, cinco vezes mais do que o de habitantes do país nos últimos cem anos.

É, portanto, para mostrar um cenário dessa concorrência e ajudar você a encontrar mecanismos para se destacar entre os demais que preparamos este conteúdo. Continue a leitura.

Leia também: Quanto tempo dura uma residência médica?

Oferta de residência médica no Brasil e ocupação das vagas

Segundo o CFM, as 342 faculdades médicas do país oferecem, a cada ano, 35.622 vagas a quem tem interesse em ingressar em medicina. Após a universidade, no entanto, os profissionais que desejam seguir carreira em uma das áreas da medicina precisam encarar uma concorrência para a residência médica ainda mais acirrada.

Segundo o documento Demografia Médica Brasileira 2020, em 2019, havia 16.190 vagas ocupadas no programa R1. Considerando-se, contudo, os anos sequenciais do programa de residência (R2, R3...), 53.776 residentes estavam em formação naquele ano. 

Entre eles, 43% cursavam quatro especialidades médicas mais concorridas:

  • Clínica Médica: 8.233 residentes
  • Pediatria: 5.156 residentes
  • Ginecologia e Obstetrícia: 4.609 residentes
  • Cirurgia Geral: 3.973

Por outro lado, entre os programas com especialidades médicas menos concorridas estavam:

  • Angiologia: 4 residentes
  • Medicina de Tráfego: 6 residentes
  • Homeopatia: 9 residentes
  • Nutrologia: 16 residentes
  • Acupuntura: 24 residentes

Leia também: Quantos programas de residência médica eu posso fazer?

Buscar por especialidades menos tradicionais pode ser uma boa ideia para reduzir a concorrência. Além disso, com menos profissionais especialistas no mercado, você tem uma maior chance de se destacar na área, principalmente fora dos grandes centros. Ainda temos uma grande concentração de médicos nas capitais, de modo que

Especialidades mais concorridas nos processos de seleção para residência médica


Um dos fatores importantes a serem considerados no momento de escolher a especialidade médica é avaliar a instituição. Contudo, isso significa também compreender que alguns programas têm maior concorrência do que outros, a depender da especialidade elegida. Para ajudá-lo a visualizar melhor como isso funciona, listamos aqui a relação candidato por vaga nas especialidades mais concorridas dos principais programas de residência do país. 

Confira as 7 especialidades mais concorridas em 5 dos principais programas do país!

1. SUS - SP 2021

  1. Neurocirurgia: 44,66
  2. Dermatologia: 29,00
  3. Cirurgia Geral: 26,09
  4. Otorrinolaringologia: 23,63
  5. Oftalmologia: 21,41
  6. Neurologia: 20,40
  7. Cirurgia Plástica: 20,21

2. USP - SP 2022

  1. Cirurgia Geral: 58,17
  2. Neurocirurgia: 48,75
  3. Otorrinolaringologia: 35,50
  4. Obstetrícia e Ginecologia: 35,43
  5. Dermatologia: 31,70
  6. Psiquiatria: 24,79
  7. Cirurgia Cardiovascular: 24,25

3. PSU - MG 2022

  1. Otorrinolaringologia: 164,00
  2. Cirurgia Geral: 104,00
  3. Oftalmologia: 102,00
  4. Anestesiologia: 97,00
  5. Cirurgia Plástica: 90,00
  6. Neurocirurgia: 86,00
  7. Clínica Médica: 84,00

4. SES - DF 2022

  1. Dermatologia: 35,00
  2. Otorrinolaringologia: 35,00
  3. Cirurgia Plástica: 27,50
  4. Neurocirurgia: 23,66
  5. Psiquiatria: 18,80
  6. Neurologia: 14,00
  7. Cirurgia da Coluna: 14,00

5. AMRIGS 2021

  1. Psiquiatria: 103,00
  2. Otorrinolaringologia: 87,00
  3. Oftalmologia: 84,00
  4. Dermatologia: 84,00
  5. Anestesiologia: 80,00
  6. Cirurgia Geral: 61,50
  7. Neurocirurgia: 55,00

Lembrando que dependendo do concurso de Residência Médica, uma mesma prova vale para várias instituições. O processo da USP - SP é só do Hospital das Clínicas de São Paulo, que pertence à Universidade de São Paulo, mas o SUS - SP, abrange vagas em 62 instituições e o PSU - MG mais de 70 instituições.

Dificuldades além da concorrência da residência

As taxas de inscrição nos processos seletivos são geralmente bem elevadas, variando entre R$ 500,00 e quase R$ 1.000,00. Alguns processos, apesar de unificados e, por isso, valerem para diversas instituições, cobram uma taxa por instituição que o candidato deseja concorrer. Por isso, é preciso ter atenção ao edital e também planejamento financeiro para conseguir fazer todas as provas que deseja e aumentar as chances de aprovação.

Quase todos os editais preveem, ainda, possibilidades de isenção ou redução da taxa. Para saber se você se encaixa no perfil, confira os critérios de cada edital e se atente aos prazos de submissão dos requerimentos.

Além disso, para encarar a concorrência da prova da Residência – e ser aprovado – , você deverá usar alguns fatores em favor próprio. Entre eles estão: capacidade de organizar uma rotina de estudos; autoconhecimento e ferramentas emocionais que o permitam controlar a autocobrança e conhecimento de como funcionam as provas teórica, prática e de entrevista para o ingresso no programa de Residência.

Geralmente esses fatores precisam ser desenvolvidos com apoio profissional, a fim de que não se tornem mais obstáculos a serem superados. Por isso, considerar buscar instituições de ensino capacitadas a ajudar médicos a ingressarem na Residência é muito relevante nesta hora. Na Medcel, por exemplo, nossos alunos contam com a ajuda do orientador de estudos, em uma mentoria personalizada durante toda a sua jornada de estudos.

Leia também: Qual o salário da Residência Médica?

Conte com a Medcel para ajudar a vencer a concorrência para a residência!

A Medcel tem uma metodologia incomparável de ensino para você que tem planos de ingressar na residência médica. Nossos cursos são capazes de prepará-lo para as provas teórica e prática e ainda te ajudam a ter um melhor desempenho na fase de entrevistas.

Clique aqui e conheça nossos cursos.

Postado em
15/7/22
na categoria
R1

Mais sobre 

R1

ver tudo