M

uitas pessoas que se formam em medicina, ao longo da graduação, têm percepções sobre o mercado diferentes e, muitas vezes, têm muito a agregar com ideias inovadoras; tiram de experiências ruins o fazer diferente e querem dar ao mundo novas formas de se fazer o que já se tem por aí.

Com isso, entramos numa pauta muito interessante: o empreendedorismo médico.

E é interessante como muitos têm vontade de praticar esse modelo, mas são "travados" por diversos tipos de medo, até mesmo por achar que para seguir um novo caminho é necessário abrir mão de outras práticas – até mesmo da Residência Médica. Será verdade?

Leia também: 4 recursos incríveis para estudar para a Residência Médica.

O que é o Empreendedorismo Médico?

Atualmente, empreender faz parte da vida de boa parte da população. Com a crise e a falta de oportunidades, muitos acabam partindo para a abertura de seus próprios negócios.

Para quem é da área da saúde, principalmente médicos, existe uma larga vantagem, já que são poucos aqueles que podem empreender e, se não der certo, existem outras opções de carreira em hospitais, concursos etc.

Mas como um médico pode empreender?

Muitos se enganam achando que a abertura de uma clínica especializada é a única opção para quem quer empreender sendo médico. A clínica, apesar de ser uma excelente oportunidade de negócio, é só mais uma em um leque imenso de possibilidades.

Existe também outras possibilidades, como o marketing de influência. Afinal, milhares de pessoas que estão se formando, ou até pensando em seguir carreira médica e esperam poder se espelhar em alguém com mais experiência para saber como são as coisas na prática. É uma área em expansão e tem espaço para muita gente – já que experiências são únicas.

Outra opção é a de criador de conteúdo técnico. Há uma lacuna nesta área que necessita de professores formados competentes e que saibam do conteúdo a fundo para criar novos materiais para esses alunos que estão entrando na faculdade agora e até para aqueles que pretendem tentar uma residência.

Pegando este gancho, outra área em crescimento é a mentoria de alunos que desejam cursar medicina.

Você já passou por todo esse processo e sabe ao menos um caminho para conquistar esse objetivo. Então, porque não passar toda a sua experiência para os novatos que vêm aí?

O que eu preciso saber para empreender na medicina?

Como o empreendedorismo médico ainda não faz parte de grade curricular ao longo da graduação, é bem provável que você vá precisar de pequenos cursos ou contratar consultorias para conseguir atingir seus objetivos neste quesito.

Noções de finanças, gerenciamento de pessoas e outras questões voltadas ao negócio em si são de suma importância e é muito provável que você não tenha adquirido esse conhecimento durante a faculdade.

Então, como transformar o desejo de mudar o rumo da sua carreira sem abrir mão de outras coisas? Como conseguir estudar um novo modelo de negócio sem deixar de lado o sonho da residência médica?

Leia também: Quero empreender. O que preciso para começar? 

Um plano é necessário

Se você chegou até aqui, é porque entende que empreender já passou pela sua cabeça, certo? Pois saiba que é possível, sim, conciliar esse desejo com a Residência Médica. Basta planejar!

É por isso que queremos te convidar a conhecer nossa plataforma. Nós conseguimos te ajudar a gerir seus estudos para que você consiga dividir o seu tempo entre a construção do seu negócio e a preparação para as provas de Residência Médica.

Clique aqui e aproveite 7 dias gratuitos com acesso completo a toda a nossa plataforma. Temos certeza de que você perceberá que é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo, contando com recursos incríveis que só a Medcel oferece para que a sua trajetória seja a mais completa possível.

Postado em
19/2/21
na categoria
R1

Mais sobre 

R1

ver tudo