C

om a proximidade da prova prática do Revalida Inep 2022, é fundamental que você busque o máximo de informações possíveis sobre todos os detalhes que cercam a prova.

Sabe as letrinhas pequenas dos contratos, que sempre estão cheias de informações importantes mas que normalmente a gente não lê? Ou as notas de rodapé que de forma equivocada muitas vezes achamos que não tem relevância, mas tem?

Leia também: Dicas para se preparar para a prova prática do Revalida Inep

Assim são os editais e as entrelinhas das provas de concurso. Eles estão cercados de curiosidades, informações e dicas que são extremamente importantes para a sua aprovação, mas nem sempre são fáceis de serem identificadas.

A Medcel tem se preocupado, cada vez mais, em oferecer o suporte mais completo para que você consiga alcançar a revalidação de seu diploma, e para isso, tem buscado todas as informações importantes para que você não perca nada, principalmente aquelas que ninguém te conta.

Inclusive, já te explicamos aqui no blog como funciona a prova prática do Revalida Inep, desvendando diversos detalhes da prova.

E hoje, vamos pontuar algumas informações valiosíssimas, sobre a prova prática de revalidação do Inep.

Se eu for reprovado, posso tentar novamente?

Essa pergunta é quase a campeã das dúvidas, e já vamos te tranquilizar de início: pode!

Você pode tentar o exame de revalidação quantas vezes forem necessárias, e considerando que, atualmente, ele é realizado duas vezes ao ano, fica ainda mais fácil.

E se você for aprovado na primeira etapa, mas reprovado na segunda, nas duas próximas edições você já pode se inscrever diretamente para a segunda fase!

É fundamental que você se lembre disso. A ansiedade atrapalha, e muito, no momento da realização do exame. Saber que mesmo que você não vá bem, nem tudo estará perdido, é ótimo para que você consiga controlar o seu emocional na hora da prova.

Fique atento à roupa que você usará

Normalmente, quando nos preparamos para uma avaliação mais longa, ou prova de concurso, a tendência é procurarmos as roupas mais confortáveis para que nada atrapalhe a nossa concentração durante o período avaliativo.

Ocorre que, durante a segunda fase, o código de vestimenta tem algumas observações e uma obrigatoriedade importante: O candidato obrigatoriamente deverá estar portanto um jaleco, preferencialmente branco. Do contrário, não será permitida a sua entrada no local do exame.

Fora isso, alguns outros itens normalmente são proibidos, como o uso de shorts, camisas sem manga, decotes, chinelos e saias curtas.

Cuidado com o lanchinho que vai levar

Como o tempo de duração da prova é longo, você pode, e deve, levar algum alimento e bebida para a prova do Revalida Inep, mas com algumas ressalvas importantíssimas:

  • Não será permitido entrar com alimentos em recipientes opacos ou embalagens com rótulos! Leve o seu lanche em ziplocs (aqueles sacos de armazenamento com zíper reutilizáveis e seláveis);
  • Leve sua garrafa d'água transparente e sem rótulo.

A prova é gravada

Mais uma informação importante para que você vá com tranquilidade para o dia da prova da segunda etapa.

Durante a fase de análise clínicas, todo o processo avaliativo é documentado por vídeo, garantindo a idoneidade da avaliação, e a possibilidade de recurso por parte do candidato caso seja necessário.

O emocional conta, e muito

Parece clichê, mas se o seu emocional não estiver estabilizado no dia da prova, ele vai te derrubar.

E isso pode acontecer em pequenos e sutis detalhes, como por exemplo, a falta de cortesia com os avaliadores ou com os atores que auxiliarão no processo.

O nervosismo pode te distrair, mas ser simpático e cortês é o primeiro passo para que tenham bons olhos ao te avaliarem.

Outro fator de relevância levantado com base na experiência de outros revalidandos é em relação ao primeiro dia de provas práticas.

Candidatos relataram que no primeiro dia de prova, as estações são montadas de forma a te levarem também à exaustão emocional, sendo portanto fundamental que você seja hábil também para fazer esse controle.

Até porque, por se tratar de simulações de situações reais do dia a dia de um médico, saber fazer o gerenciamento emocional é de suma importância.

Treinamento prévio é fundamental

Você já deve estar cansado de ouvir sobre a importância de se revisar os conteúdos antes das provas. Mas no caso da prova prática do Revalida Inep, o treinamento prático precisa ser feito.

Você pode seguir sugestões feitas por mentores, pode acessar as provas antigas e estudar os checklists apresentados, mas não se engane, nessa etapa nada substitui um acompanhamento exclusivo e intensivo de treinamentos e simulações.

Assista: Correção da prova prática do Revalida feita pelos professores da Medcel.

E para que isso seja realizado com eficiência, você precisa estar acompanhado de quem realmente entende do assunto, e tem se dedicado a fornecer o melhor preparatório para o exame.

A Medcel possui a maior plataforma de ensino voltada para a área médica, e conta com uma equipe formada pelos melhores especialistas.

Diante disso, consciente da importância e complexidade do exame do Revalida, e no caso em questão, da preparação para a prova prática, desenvolvemos o Treinamento para a Prova Prática do Revalida (TPP Revalida).

A prova de análises clínicas exige um conhecimento prático muito apurado do candidato, e o curso é voltado 100% para a simulação dessa prova.

O treinamento é uma verdadeira experiência imersiva e vai lhe proporcionar o conhecimento necessário não somente para a prova, mas para a sua vida médica. Quer saber mais?

Vem ler o e-book completo que preparamos para vocês contando tudo sobre o treinamento para a prova prática. E não perca tempo para garantir sua vaga no TPP Revalida, afinal, as vagas são limitadas!

Postado em
23/3/22
na categoria
Revalida

Mais sobre 

Revalida

ver tudo