Revalida INEP e UFMT: como atuar como médico no Brasil?

Revalida INEP e UFMT: como atuar como médico no Brasil?

Os médicos brasileiros que estudam fora, quando regressam ao Brasil, precisam fazer a prova do Revalida para poder exercer a profissão no país.  O mesmo vale para médicos estrangeiros que queiram atuar em solo brasileiro. Somente com a revalidação é possível requerer ao Conselho Regional de Medicina a autorização para trabalhar. De acordo com o MEC, o diploma de graduação tem que ser revalidado por uma universidade pública brasileira, que tenha curso reconhecido do mesmo nível e área ou equivalente.    “Os diplomas de graduação expedidos por universidades estrangeiras serão revalidados por universidades públicas que tenham curso do mesmo nível e área ou equivalente, respeitando-se os acordos internacionais de reciprocidade ou equiparação”. (Art. 48, § 2º, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei nº 9.394, de 20/12/1996).  As universidades públicas de ensino superior no Brasil têm seus próprios processos para validação de diplomas. Embora a documentação exigida, a taxa e a duração do processo varie de acordo com o tipo de tramitação adotada em cada instituição, todos os candidatos que fizeram Medicina precisam se submeter às provas teórica e prática do Revalida.  Leia também: A saúde mental no processo de revalidação médica

O que é o Revalida? 

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida), foi criado para verificar não só os conhecimentos teóricos dos médicos graduados no exterior, como reconhecer suas habilidades e competências na prática.  O processo se faz necessário para garantir que esses profissionais atuem com o mesmo nível exigido nas diretrizes curriculares nacionais, do curso de graduação em medicina no Brasil. 

A prova do INEP 

Até 2017 a organização do Revalida era realizada pelo INEP, porém, com a nova legislação a organização do exame ficou sob a responsabilidade da Secretaria de Educação Superior (SESu), com colaboração do Conselho Federal de Medicina.  O processo é realizado de forma semestral, contendo duas fases, quais sejam, o exame objetivo e as habilidades clínicas.  Leia também: Qual é o melhor curso preparatório para o Revalida?

Primeira fase: exame objetivo 

A taxa de inscrição para concorrer à primeira fase do Revalida corresponde a 10% do valor vigente da bolsa do médico residente.  O exame objetivo tem o caráter eliminatório, e é composto por 100 questões de múltipla escolha e 5 questões discursivas.  O conteúdo da prova objetiva aborda as maiores temáticas da medicina, sendo elas: Clínica Médica, Cirurgia, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Medicina da Família e Comunitária/Saúde Pública.  Para ser aprovado para a próxima fase o candidato deverá alcançar o mínimo de 85 pontos. 

Segunda fase: habilidades clínicas 

Já para realização da segunda etapa, o candidato deverá pagar o equivalente ao valor mensal do valor vigente da bolsa do médico residente.  Esta fase, também de caráter eliminatório, é composta por 10 estações em que o aluno será avaliado pela banca avaliadora com base em sua habilidade de comunicação, raciocínio clínico e tomada de decisões diante dos casos que lhe serão apresentados.  Para ser aprovado, o candidato deverá alcançar o mínimo de 60 pontos.  Após a aprovação, o candidato deverá revalidar o diploma em uma Universidade pública brasileira, ficando a cargo da Universidade a definição da necessidade ou não de complementação da grade curricular.  A Medcel Revalida oferece um treinamento presencial que te prepara para a segunda fase (prova prática) do Revalida INEP e UFMT. Clique aqui para assistir ao vídeo. 

O Revalida UFMT  

Para que possa validar o seu diploma de graduação oriundo de uma instituição estrangeira, pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), o candidato deverá passar por 4 etapas extensas. 

Primeira etapa: inscrição e análise dos documentos 

Esta primeira etapa pode ser realizada de forma física ou online pelo Sistema Eletrônico de Informação da UFMT.  O valor da inscrição é de R$ 711,60, e o candidato deverá enviar uma lista de documentos conforme edital, para que possa ser habilitado para a próxima fase. 

Segunda fase: prova teórica e prática 

Para a realização da segunda etapa, o valor da inscrição foi de R$1.067,40  A prova teórica contém 50 questões de múltipla escolha e 10 questões discursivas, com conteúdo relacionado às principais áreas da medicina. O candidato deverá fazer o mínimo de 60 pontos para passar para a prova prática.  A prova prática é realizada em 10 estações de atendimento, em que os candidatos serão avaliados com base nos conhecimentos de 5 grandes áreas da medicina, enquanto realizam o diagnóstico inicial de doenças.  Caso o candidato alcance o mínimo de 60 pontos também na prova prática, poderá ter seu diploma revalidado. Caso seja reprovado, deverá realizar a terceira e quarta etapas. 

Terceira etapa: estudo complementar 

Nesta etapa o candidato reprovado inicia o estudo de complementação e estágio.   O tempo de duração está relacionado com a pontuação do candidato na prova prática. De 0 a 30 pontos, deverá realizar 3.500 horas em 18 meses, e acima de 30 e abaixo de 60 pontos, 2.250 horas em 12 meses. 

Quarta etapa: nova prova teórica e prática 

Após a realização do estudo complementar, o candidato poderá novamente realizar as provas teórica e prática.  Neste caso, o candidato deverá alcançar o mínimo de 36 pontos para poder realizar a prova prática. 

O que acontece após a aprovação no Revalida?

Após ser aprovado em todas as etapas do Revalida, o candidato deverá dar continuidade ao pedido de revalidação na Universidade escolhida no ato da inscrição.   Cada instituição exige uma série de documentos, além do diploma. Fique atento para providenciar a documentação necessária com antecedência.  

Prepare-se com quem entende do assunto 

O processo para revalidar o diploma de medicina no Brasil é longo, mas com a Medcel você tem o suporte necessário para ser aprovado. Os nossos cursos são direcionados para o REVALIDA e abordam os temas mais exigidos de acordo com levantamento de dados dos últimos cinco anos.  Leia também: Dicas de revisão para mandar bem na prova do Revalida Além disso, nossos cursos são apresentados em diversos formatos, permitindo maior flexibilidade e adequação à rotina de cada médico.  Inscreva-se aqui e faça parte dos mais de 36 mil alunos que já passaram pela MEDCEL


Conteúdos exclusivos

Tudo sobre a prova prática do Revalida

Tudo sobre a prova prática do Revalida

Faça o login para baixarBaixar

Você sabe a resposta dessa questão?

Alternativa incorreta...

Quer saber a resposta?

Faça seu login ou cadastre-se e continue a treinar seu conhecimento

Faça o seu cadastro

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos Medcel

Ver política de privacidade
Coach de Aprovação

Mais vistos