R

esponda com sinceridade, você consegue passar um dia inteiro sem utilizar qualquer tipo de recurso tecnológico? É difícil, não é?

As ferramentas tecnológicas têm sido cada vez mais indispensáveis em nosso dia a dia, e na área médica isso não é diferente.

A grande maioria dos médicos enfrentam o grande desafio de realizar um alto número de atendimentos, com qualidade e utilizando poucos recursos.

E nesse meio em que a objetividade, precisão e agilidade é extremamente importante, quanto mais recursos avançados e dinâmicos estiverem a disposição na prática médica, melhor será o seu atendimento.

E portanto, ao falarmos sobre facilidades tecnológicas na área médica, é fundamental falarmos dos Sistemas de Suporte à Decisão Clínica - CDS (Clinical Decision Support Systems), que se tornaram um grande aliado da prática médica.

Mas inicialmente é importante termos em mente que a tomada de decisão clínica pode ser definida como a escolha entre alternativas, o julgamento com qualidade, utilizando do pensamento crítico, para realizar um atendimento ou diagnóstico.

Leia também: 8 aplicativos médicos para você baixar agora

Mas afinal, o que é o CDS?

Trata-se de ferramentas que fornecem informações precisas e direcionadas à equipe médica para auxiliar no suporte às decisões clínicas.

Os conteúdos desses sistemas são baseados em literatura científica atualizada, em evidências relacionadas aos diagnósticos consultados e produzido por médicos especialistas, o que garante a segurança das informações fornecidas.

O uso dessas ferramentas tem crescido cada vez mais, impulsionados pela necessidade de economia de recursos, de apoio aos profissionais da saúde, de prevenção e redução de erros médicos, e com o intuito de padronizar o fluxo de atendimento dos pacientes, reduzindo as discrepâncias nos tratamentos a depender, por exemplo, da região geográfica ou social.

Além disso, sabemos que o volume de informações disponíveis no meio médico, a quantidade de dados e a velocidade de atualizações e surgimento de novos estudos, tornam humanamente impossível que o médico consiga absorver tudo.

Para tanto, os sistemas de suporte à decisão clínica ao englobar todas essas informações, se tornou um mecanismo definitivo no dia a dia do médico e no papel de salvar vidas.

Quais as principais funcionalidades dos Sistemas de Suporte à Decisão Clínica?

Várias são as tecnologias envolvidas dentro desses sistemas, mas podemos destacar algumas que são a base dos atendimentos médicos atualmente.

Calculadoras clínicas

As calculadoras médicas talvez sejam a funcionalidade mais popular entre os médicos e estudantes de medicina.

Elas contribuem, e muito, com a otimização do tempo de atendimento quando se faz necessário a aplicação de fórmulas médicas complexas.

Nos CDS, as calculadoras como as de Índice de Massa Corpórea ou de Filtração Glomerular, permitem que os médicos possam identificar e calcular de forma rápida os dados necessários para dar continuidade ao atendimento do paciente.

Agregadores de dados

Neles são realizadas as coletas de informações do histórico de saúde do paciente, ou resultados de exames, e por meio da obtenção desses dados é fornecido ao profissional da saúde a tendência ou previsão de atendimento a ser seguido.

Eles funcionam como um prontuário eletrônico, garantindo ao médico o acesso a toda evolução clínica do paciente de forma objetiva, agilizando o atendimento.

Links com bibliografia

Todo o trabalho médico necessita de ter fundamentação científica para ser executado, e um dos facilitadores dos sistemas de suporte à decisão, é a disponibilização de artigos ou conteúdos médicos atualizados, disponibilizados por temáticas ou dentro dos prontuários, para a consulta imediata do médico ao longo do atendimento.

Fluxogramas

Esta ferramenta é uma das mais utilizadas para a otimização do atendimento médico, e que também são complexas, contando com uma grande precisão na geração dos dados e seguindo os padrões pré-estabelecidos pela comunidade médica.

Nos CDSs, a existência dos fluxogramas permite uma maior rapidez para localizar informações, garante a segurança no passo a passo que deverá ser seguido no atendimento, disponibiliza informações mais objetivas, e entrega ao médico uma visão ampla sobre todos os possíveis desdobramentos daquela situação estudada.

Whitebook Clinical Decision

Você pode se deparar com diversos tipos de Sistemas de Suporte à decisão clínica, mas você sabia que o Whitebook Clinical Decision é o aplicativo brasileiro número 1 na tomada de decisão clínica?

Ele é considerado como uma biblioteca médica portátil, devido à complexidade e volume de conteúdos disponíveis para consulta.

Com uma interface moderna e intuitiva, são mais de 9000 tópicos de estudo de diversas especialidades, e mais de 300 mil usuários!

Imprescindível para os estudantes de medicina, ou médicos já em atuação, essa ferramenta criada de médico para médico, e de acordo com a realidade da atuação médica brasileira.  fornecendo com excelência, o suporte necessário na hora de tirar dúvidas instantâneas, gerar diagnósticos e prescrever algum tipo de medicamento ou tratamento.

Saiba mais: Motivos para começar a usar o Whitebook Clinical Decision

Quem usa o aplicativo, inclusive, não nos deixa mentir em relação à sua excelência:

Muito obrigado, é uma honra poder contar com vocês na tomada de conduta do dia a dia. Aqui em Maringá os aplicativos já são uma unanimidade”.

(Dr. Fernando Padilha Barbosa | Médico - Universidade Estadual de Maringá - PR)

Viu como utilizar os aplicativos de Suporte à decisão clínica poderão te auxiliar a enriquecer o atendimento dos pacientes, bem como aliviar a sua carga e pressão na rotina de trabalho?

O Whitebook Clinical Decision é um produto PEBMED, uma empresa do Grupo Afya, assim como a Medcel.

Postado em
13/1/22
na categoria
Notícias Médicas

Mais sobre 

Notícias Médicas

ver tudo