A

Residência Médica é muito bem vista pelo mercado de trabalho e, também, concorrida entre os recém-formados. Ela é uma modalidade de pós-graduação oferecida pelas grandes instituições de saúde, em que o médico residente terá a oportunidade de vivenciar a área na prática e aprofundar os seus conhecimentos teóricos, sob a supervisão de médicos especialistas altamente capacitados.

Veja também: Comece a estudar para as provas de Residência Médica sem pagar nada.

O programa tem abrangência em todo o país e é gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação), sendo que seu regimento é determinado pela CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica), de 1977.  Além do alto nível de exigência de conhecimentos teóricos na primeira fase, o candidato à Residência Médica em parte das instituições, precisa passar por outras etapas, como uma entrevista, análise de currículo e a prova prática.

Além disso, a inteligência emocional, a disciplina e a rotina de estudos podem ser ainda mais desafiadoras para os candidatos que precisam conciliar a vida profissional e pessoal.  

Nível de exigência das provas de Residência Médica

Os exames não são fáceis e altamente competitivos para quem quer fazer Residência Médica. Após um longo período de preparação, o candidato precisa passar pelas fases de avaliação teórica, e quando exigido, uma fase prática, entrevista profissional e análise de currículo.

Prova teórica

Essa é a primeira fase do teste e a que tem maior peso sobre a nota final. O conteúdo é amplo e as questões abordam os vários temas vistos ao longo da faculdade. O nível de dificuldade varia de acordo com cada especialidade e programa.  

Prova prática

Essa fase é a mais temida pelos candidatos e geralmente é aplicada para aqueles que já passaram na prova teórica. Os candidatos são submetidos aos “cenários” e “estações”, onde serão testadas as suas habilidades e comportamento ao realizar um procedimento, atendimento simulado com atores ou manikins. Fatores como comunicação, clareza, realização de uma boa anamnese e realização de exame físico são alguns dos pontos avaliados. Geralmente essa fase acontece nos hospitais universitários e instituições de saúde. Mas cada programa tem suas próprias regras e nem todas as Residências Médicas realizam a prova prática, como o caso da rede SUS e SES.

Saiba Mais: Clique aqui e conheça o novo curso da Medcel que te prepara para a prova prática de Residência Médica.

Entrevista na prova de Residência Médica

A fase de entrevista é muito subjetiva e não diz respeito ao seu conhecimento e muito menos sobre questões técnicas da especialidade escolhida. Essa é uma entrevista como qualquer outra entrevista de emprego, em que podem perguntar sobre suas experiências, expectativas e motivações para querer participar daquele programa, por exemplo.  

Análise de Currículo

Cada programa possui seu próprio edital e em alguns deles o modelo de currículo é especificado. Por isso, o candidato precisa ler o edital com muita atenção, para cada concurso que for participar, e seguir à risca

Pode ser também que a instituição peça aos candidatos que enviem um currículo junto com os outros documentos, como diploma e histórico escolar.  

Rotina de estudos e disciplina para ser aprovado nas provas

Quem quer ser aprovado na prova de Residência Médica precisa ter muita disciplina, organização e criar uma rotina intensa de estudos. O grande desafio é conseguir conciliar todas as áreas da vida, como família, trabalho e lazer, por exemplo. Muitos candidatos começam a se preparar antes mesmo de terminar a faculdade e tentam conciliar com os plantões médicos que, nesta fase, já são uma alternativa para conseguir juntar algum dinheiro.  

Inteligência Emocional na prova de Residência Médica

Sentir medo e insegurança é muito comum em situações tão desafiadoras como uma prova de R1. Muitos candidatos ficam com o lado emocional e psicológico abalados. Mas como lidar com todas as emoções?

O primeiro passo é se preparar. Planejar uma rotina de estudos que te dê segurança e te coloque no foco certo. Ter certeza sobre a especialidade que quer seguir pode ser um fator motivacional e que evitará frustrações no futuro. Tenha em mente que os estudos são importantes, mas separe um tempo para relaxar e busque apoio familiar e de amigos próximos.

Por fim, não tenha medo de tentar novamente se não passar nas primeiras tentativas. Conte com a Medcel para se preparar para a prova teórica e para a prova prática de Residência Médica.

Clique aqui e conheça nossos cursos.

Postado em
14/9/21
na categoria
R1

Mais sobre 

R1

ver tudo