A

reta final para a graduação em Medicina, sem dúvidas, são os mais desgastantes para os estudantes.

As preocupações com o internato, as provas de Residência Médica e as provas do final do curso são constantes.

E quando falamos da esfera financeira, é sabido que o curso de Medicina é um dos mais caros do Brasil, e isso está associado não somente ao valor das mensalidades, mas às demais despesas necessárias ao longo da graduação.

Leia também: Quanto ganha um médico recém-formado?

E como começar a se preparar financeiramente? O primeiro passo é tomar conhecimento das fontes de despesas - ou investimento financeiro - desse período para que você consiga se organizar.

Abaixo separamos os principais gastos durante o internato para que você já comece a se programar.

O internato

Já é sabido desde o início do curso que a realização do internato compõe a grade curricular do curdo de Medicina.

O período que se refere à realização do estágio obrigatório, é o momento dos estudantes colocarem em prática de forma supervisionada o que até então foi visto na teoria.

Um fator importante que precisa ser considerado, mas que ainda gera dúvida em muitas pessoas é: o internato é um estágio não remunerado.

Leia também: Dá para conciliar o internato com o estudo para as provas de Residência Médica?

Com a realização de plantões, e uma grande pressão posta sobre os estudantes, o período é extremamente exaustivo, o que impede por muitas vezes de que o aluno busque algum tipo de trabalho complementar para auxiliar com as suas despesas rotineiras.

Além disso, é importante se programar também com as despesas extras decorrentes desse período, tendo em vista que, apesar de ser obrigatória a realização do internato, não há ajuda de custo nesse período.

As instituições que recebem os alunos não são obrigadas a fornecer, por exemplo, auxílio transporte ou alimentação nesse período, o que resulta em um aumento dos gastos do estudante.

Internato rural

É possível realizar também o internato rural em algumas universidades, de forma a aproximar os futuros médicos do contexto e a realidade dos habitantes locais de determinadas regiões. Em outras palavras, ao escolher o internato rural, o estudante tem a oportunidade de conhecer melhor o SUS e ver de perto os desafios da saúde pública nas cidades do interior.

Geralmente a Universidade ou a Prefeitura do município escolhido arcam com os custos básicos, como o de moradia. A hospedagem é compartilhada com outros alunos e pode ser em alguma casa, pensão ou pousada.

Mas mesmo existindo uma bolsa auxílio, o estudante ainda terá alguns custos extras com transporte, caso queira voltar para casa nos finais de semana para visitar a família, gastos com alimentação e outras necessidades pessoais.

Vale lembrar que cada Universidade tem suas particularidades e regras para o programa de internato rural, que dura até 3 meses.

A formatura

Foram muitos anos, noites não dormidas, pressão, medo, plantões, estudos e dedicação para chegar ao tão sonhado CRM, e a formatura é um rito de passagem importante para quem se forma em Medicina.

Celebrar esse momento, e iniciar essa nova fase, faz parte dos sonhos de quase todos os graduandos.

Mas para tanto, também há despesas, que são altas, para que se possa participar de todas as solenidades que envolvem o evento.

Portanto, não deixe de levar em consideração também essa despesa.

A prova de Residência Médica

É durante o período de realização do internato que nos deparamos com o início da preparação para a prova de Residência Médica, e juntamente dela, há mudanças significativas e robustas no orçamento.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre a Residência Médica

A Residência Médica é a etapa da pós-graduação, e diferentemente do que ocorre no período do internato, o médico residente recebe uma bolsa para realizá-la. Ocorre que, até alcançar a sua vaga, as despesas são altas.

Você precisa se preparar para os seguintes pontos:

Onde você pretende realizar a sua Residência Médica?

É importante que você faça o levantamento dos editais de seu interesse para que comece a se organizar com os valores de inscrição. Apesar do programa de Residência Médica ser gratuito, o valor da inscrição gira em torno de R$600,00.

Além disso, você precisa também considerar a localização das Instituições escolhidas. Em alguns casos, deverá ser incluído em seu planejamento as despesas com transporte, alimentação e hospedagem para a realização dos exames.

A preparação para a prova

Nesta etapa, além da preparação com as despesas de inscrição e realização da prova, há também uma grande procura dos estudantes por cursos preparatórios.

Neste ponto, consideramos inclusive, que esse valor não pode ser apenas considerado como despesa, mas um investimento na sua vida estudantil e principalmente em sua carreira.

A prova de Residência apresenta uma grande complexidade, além de uma alta concorrência, e quem melhor se prepara, se destaca. Portanto, se programe também para investir em um bom curso preparatório, como a Medcel. Clique aqui e experimente a plataforma de estudos da Medcel por 7 dias gratuitos.

Postado em
31/3/22
na categoria
R1

Mais sobre 

R1

ver tudo