Hey, tudo bem?

Assunto recorrente nas provas de Ginecologia e Obstetr√≠cia, o trabalho de parto √© a presen√ßa de contra√ß√Ķes uterinas ritmo-regulares efetivas, resultando no apagamento e dilata√ß√£o do colo uterino e, junto disso, na descida fetal. J√° o conjunto de movimentos passivos, que ocorrem naturalmente, em que o feto executa no canal de parto, √© chamado de mecanismo de parto. √Č bastante coisa, mas voc√™ deve ficar ligado nos tempos, quantos s√£o, como se denomina e as caracter√≠sticas principais de cada um. Dentro desse assunto, o trabalho de parto tamb√©m tem uma divis√£o e, ainda, outro tema recorrente √© o partograma (esses dois √ļltimos v√£o ficar para um pr√≥ximo post). Ent√£o, vem comigo para brilhar no assunto!

Leia mais:

Dicas de Ginecologia e Obstetrícia para a prova de Residência
Gestação a termo, pré-termo e pós-termo: Entenda o que é na gravidez

Parto e COVID-19: confira as novas orienta√ß√Ķes para gestores

Mortalidade materna

Assistência ao pré-natal: dicas quentes para as provas

Obstetra e a Gravidez de Risco

Violência obstétrica: o que é preciso saber sobre esse desafio a ser superado?

‚Äć

Tempos do mecanismo do parto

Tempos do mecanismo do parto √© algo totalmente fisiol√≥gico, e os partos eut√≥cicos (que n√£o necessitam de interven√ß√£o), 96% ocorrem nas apresenta√ß√Ķes cef√°licas fletidas, e √© claro que vai ser o mais queridinho das bancas. S√£o 6 tempos: insinua√ß√£o ou primeiro tempo; descida ou segundo tempo; rota√ß√£o interna da cabe√ßa ou terceiro tempo; desprendimento da cabe√ßa fetal, extens√£o ou quarto tempo; e rota√ß√£o externa da cabe√ßa ou quinto tempo. Cuidado para n√£o confundir com os per√≠odos do trabalho de parto, estes eu vou mostrar no final do texto. Anota a√≠ o que voc√™ deve prestar aten√ß√£o em cada um: ¬†

  • Insinua√ß√£o ou primeiro tempo

Passagem do di√Ęmetro biparietal (cabe√ßa do feto) pelo estreito superior, quando se ‚Äúencaixa‚ÄĚ. O √°pice da cabe√ßa fetal se encontra em n√≠vel das espinhas isqui√°ticas (plano 0 de De Lee). Geralmente, ocorre uma variedade de posi√ß√£o transversa (occipital voltada para o il√≠aco direito ou esquerdo). ¬†

  • Descida ou segundo tempo

Progress√£o do polo cef√°lico do estreito superior para o inferior. Come√ßa no in√≠cio do trabalho de parto e termina com expuls√£o total do feto. Durante a insinua√ß√£o e descida, ocorre o assinclitismo, que s√£o movimentos de inclina√ß√£o lateral da apresenta√ß√£o. O sinclitismo √© quando a sutura sagital est√° na equidistante do promont√≥rio e da s√≠nfise p√ļbica. ¬†O assinclitismo posterior (mais comum) √© quando a sutura sagital est√° mais pr√≥xima do pube, o anterior √© quando a sutura sagital est√° mais pr√≥xima do sacro. Geralmente, o assinclitismo se corrige espontaneamente, mas, se n√£o corrige, √© considerado uma dist√≥cia. ¬†

  • Rota√ß√£o interna da cabe√ßa ou terceiro tempo

Quando polo cef√°lico entra em contato com o assoalho p√©lvico, a circunfer√™ncia m√°xima da cabe√ßa fetal se encontra no plano 0 de De Lee. Tem como objetivo colocar a linha de orienta√ß√£o no di√Ęmetro anteroposterior do estreito inferior da bacia materna. No geral, h√° rota√ß√£o para a posi√ß√£o occipitop√ļbica, sempre no sentido da menor circunfer√™ncia a percorrer. ¬†

  • Desprendimento da cabe√ßa fetal ou extens√£o ou quarto tempo

Quando a cabe√ßa fetal chega a n√≠vel do per√≠neo, ela desprende com aux√≠lio da retropuls√£o o c√≥ccix, o movimento √© por deflex√£o. √Č mais r√°pido na occ√≠pito p√ļblica. Muito cuidado nesse tempo com a lacera√ß√£o perineal posterior. ¬†

  • Rota√ß√£o externa da cabe√ßa ou quinto tempo

Esse √© o per√≠odo que n√£o requer interven√ß√£o do obstetra. √Č a volta do occip√≠cio √† orienta√ß√£o observada antes da rota√ß√£o interna. Geralmente, o ombro anterior fica voltado para o pube. ¬†

  • Desprendimento das esp√°duas

Desprendimento da cintura escapular e do polo pélvico. A liberação do ombro anterior ocorre primeiro, após o posterior e liberação do feto. Nessa fase, pode ocorrer distocia de ombro (1 a 4% dos partos).  

Outro ponto desse assunto que você deve saber são as manobras nas distocias de parto. Confira esse resumo do livro de Obstetrícia da Medcel:

‚Äć

Quadro 1.1 - Resumo das manobras nas distocias de parto. Fonte: Extensivo R1 ‚ÄĒ Obstetr√≠cia, 2022.

Assistência clínica ao parto

Como falei anteriormente, o trabalho de parto consiste na presen√ßa de contra√ß√Ķes uterinas ritmo-regulares efetivas, dolorosas, de 50 a 60 minutos cada, em frequ√™ncia maior ou igual a duas contra√ß√Ķes a cada 15 minutos e dois ou mais dos seguintes:

E, fique de olho, duas contra√ß√Ķes a cada 10 minutos √© sinal de trabalho de parto ou imin√™ncia de trabalho de parto. Ap√≥s isso, come√ßamos a dividi-las em per√≠odos e √© necess√°rio tomar muito cuidado para n√£o confundir com os tempos do mecanismo de parto. S√£o eles: ¬†

  • Dilata√ß√£o ou primeiro per√≠odo de trabalho de parto;
  • Per√≠odo expulsivo ou segundo per√≠odo de trabalho de parto;
  • Dequita√ß√£o ou terceiro per√≠odo de trabalho de parto; e ¬†
  • Per√≠odo de Greenberg ou quarto per√≠odo.

Os detalhes veremos em um próximo post.

Leia mais:

Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia: tudo o que você precisa saber
Ginecologista e Obstetra: saiba mais sobre a carreira médica

Saiba a diferença entre Obstetriz, Obstetra e Enfermeiro Obstetra

‚Äć

A Medcel tem cursos preparatórios para você sair na frente nos processos seletivos de Residência Médica. Entre no nosso site e teste a plataforma por 7 dias grátis! CLIQUE AQUI e comece sua jornada com a gente.

Gostou do artigo? Compartilhe com amigos, assine nossa newsletter, acompanhe a Medcel nas redes sociais e fique sempre por dentro dos assuntos mais quentes da Medicina.

‚Äć

REFERÊNCIAS

ZAMARIAN, Ana Cristina Perez. et al. Obstetrícia. São Paulo: Medcel, 2022. 496 p. (Extensivo R1).

Shutterstock - Natalia Deriabina. Disponível em: https://www.shutterstock.com/pt/image-photo/mother-newborn-child-birth-maternity-hospital-1936891387. Acesso em: 05 jun. 2023.

Quer receber conte√ļdos exclusivos sobre Resid√™ncia M√©dica? Inscreva-se e boa prepara√ß√£o!

Obrigado! Seu envio já foi recebido no nosso sistema.
Algo deu errado. Revise os campos acima.
Postado em
5/6/23
na categoria
Notícias Médicas

Mais sobre 

Notícias Médicas

ver tudo